Anônimo

Coluna do Anônimo

Veja todas as colunas

Não esqueçam do Novo Pelé

Precisamos garimpar. Precisamos também deixar ir sem volta. Para quê repatriar se podemos revelar? Há novas gerações. O Brasil não acabou!

20/03/2019 às 08:27

Amigos, vim dar mais um murro em ponta de faca. Retomar a velha máxima do futebol brasileiro que ficou esquecida após constantes fracassos: a busca pelo novo Pelé. Falimos a fábrica ao deixar de olhar nosso lucro para cobiçar o mercado alheio. Em suma: paramos de revelar bons atletas para, como a Europa, brigar por nomes já renomados no mercado.

O que o Santos ganhou depois de Neymar, trazendo de Sanchez a Sampaoli? Que taça o São Paulo levantou depois de Lucas, repatriando o ídolo Kaká e brigando por Pato? Quem corria para Ronaldinho Gaúcho no Atlético de 2013, senão Bernard? Quem encantou os olhos do Real Madrid no bicampeonato brasileiro do Cruzeiro, senão Lucas Silva?

São exemplos para uma teoria. Claro que há times campeões por formar elencos estrelados, mas há sempre uma revelação ali também. E nós não precisamos disso! Deixemos os euros para os europeus. Nós precisamos mover nossa máquina de produção. Até times pequenos estão entrando nessa onda de buscar medalhões! Diria mais: até times amadores, amigos. 

Depois de uma ascensão da Série A3 do Campeonato Paulista rumo à Série B do Brasileiro, o São Bento contratou medalhões nesta temporada e… foi rebaixado de novo no Estadual, com uma rodada de antecedência, depois de 11 jogos sem vitória - ou, melhor, sem vencer ainda na temporada. Na equipe pouco conhecida tinha em um elenco com nomes como: o goleiro Renan (ex-Internacional), o meia Tiago Luis (ex-Santos), os atacantes Alecsandro e Eder Luis (ex-Atlético e Vasco), entre outros. 

Na Copa Itatiaia 2019, o Somália vestiu a camisa do Novo Cristina de Betim. Amigos, essa é a nossa Copa do Mundo do Futebol Amador, que, vez ou outra, revela jogadores para o profissional, não o contrário! Um rodado atleta do futebol brasileiro e até internacional se aventurou nos campos amadores da região metropolitana de Belo Horizonte.

E o que tudo isso interessa? Os estaduais são tidos como testes. Os estaduais nunca são prioridade, só em clássico. Então, cadê o Popó no Cruzeiro, senão na lista de relacionados e com uma ou duas oportunidades de fato? Por que crucificarem tanto Matheusinho no América? Olha o que Rafael Moura fez no ano passado! 

Vejam só o que o Alerrandro vem fazendo no Campeonato Mineiro. Ele não está simplesmente jogando - como o time do Cruzeiro, titular, se apresenta no Estadual. Ele está disputando as partidas com toda a vontade que qualquer atleta deve ter ao entrar em campo. Ele quer ser visto, e é disso que precisamos de quem quer jogar. 

Precisamos garimpar. Precisamos também deixar ir sem volta. Para quê repatriar se podemos revelar? Há novas gerações. O Brasil não acabou! Como bem disse Nelson Rodrigues: “Já descobrimos o Brasil e não todo o Brasil. Ainda há muito Brasil para descobrir. Não há de ser num relance, num vago e distraído olhar, que vamos sentir todo o Brasil. Este país é uma descoberta contínua e deslumbrante.” Não podemos desistir de nós, nem dos nossos. Seguimos em busca de novos pelés.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Goleiro Bruno é autorizado pela Justiça a cumprir pena no regime semiaberto: https://t.co/57FKSjtST9 https://t.co/RD4jF213wg

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A decisão, expedida na noite desta quinta-feira, é do juiz Tarcísio Moreira de Souza, da Comarca de Varginha, no Sul de Minas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Tragédia ocorreu no bairro Novo Eldorado

    Acessar Link