Notícias

Cerro Porteño bate Zamora pelo Grupo E e complica o Atlético na Libertadores

Por Agência Estado/Redação, 14/03/2019 às 09:42
atualizado em: 14/03/2019 às 10:49

Texto:


O Cerro Porteño fez o dever de casa nesta quarta-feira (13), derrotou o Zamora em casa e complicou a situação do Atlético na Libertadores. Pela segunda rodada do Grupo E, a equipe paraguaia recebeu o adversário venezuelano em Assunção e levou a melhor por 2 a 1.

O resultado deixou o Cerro ao lado do Nacional-URU na ponta do grupo, com seis pontos. A vantagem é do time paraguaio pelo número de gols marcados. Pior para o Atlético, que ainda não pontuou e já se vê distante dos times que hoje garantiriam vaga na próxima fase.

Depois de surpreender a equipe brasileira na estreia, em pleno Mineirão, o Cerro contou com o talento do veterano Nelson Haedo Valdez, ex-seleção paraguaia, para vencer. Foram do atacante de 35 anos os dois gols da equipe. Guillermo Paiva ainda descontou, mas ficou nisso.

Pelo Grupo F, que tem o Palmeiras como líder com seis pontos, o San Lorenzo venceu pela primeira vez nesta quarta-feira e assumiu a segunda posição, com quatro. A equipe argentina recebeu o Junior Barranquilla e sofreu mesmo com um jogador a mais - Gabriel Fuentes foi expulso ainda no primeiro tempo -, mas fez 1 a 0 graças ao gol solitário de Roman Martínez.

Já na chave H, a Universidad Católica recebeu o Rosario Central, venceu por 2 a 1, com gols de Puch e Aued - Vergara descontou -, e deixou a classificação embolada. A liderança está nas mãos do Libertad, com seis pontos, seguido pela própria Universidad Católica, com três. Rosario e Grêmio dividem a lanterna, com um ponto cada um.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ #Cruzeiro: Orejuela passou por exame de imagem e clube deve divulgar em breve a situação do jogador. Mas pelo qu… https://t.co/A0YUcKfkEs

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Ele namora a socióloga paulista Rosângela Silva, que o visita com frequência na superintendência da Polícia Federal.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Em Minas, a cobertura vacinal também está abaixo do esperado. Até agora, 67% do público alvo da campanha foi imunizado.

    Acessar Link