DIGI+ Campeão Mineiro - Internas

Notícias

Deputada petista sugere que população seja consultada sobre Escola Sem Partido 

Por Redação, 10/01/2019 às 13:13
atualizado em: 10/01/2019 às 14:55

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Reprodução/ Redes Sociaias
Reprodução/ Redes Sociaias

A deputada Marilene Souza (PT), conhecida como Leninha, será um dos novos parlamentares que ocupam a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Bióloga, ela tem 54 anos, é casada e não tem filhos. Na bagagem política, carrega uma candidatura à prefeitura de Montes Claros, no Norte de Minas, em 2016.

À frente do Centro de Agricultura Alternativa por diversos anos, ela é defensora dos povos e comunidades tradicionais, dos agricultores familiares e das mulheres, em especial as negras.

“Eu vim de classe social mais baixa. Toda minha trajetória foi calçada no compromisso da luta do povo pobre. Por isso eu sei muito bem o que eu vim fazer aqui, de onde eu vim, para aonde eu quero chegar e com quem eu quero estar”, comenta. 

Escola Sem Partido 

Leninha sugere que seja feita uma consulta pública para debater o projeto Escola Sem Partido, que divide opiniões no Congresso Nacional. “A gente precisa fazer com que a sociedade conheça qualquer proposta. Um debate que interessa à sociedade. Devemos desenvolver mecanismos para escuta. O que os pais, as crianças e a comunidade escolar têm a dizer sobre esse assunto”.

Ela diz que muitas mentiras e fake news em torno do assunto são compartilhadas. “O que se prega na sociedade é um modelo de escola em que são colocadas ideologias de partido e discutido se é comunismo, socialismo ou fascismo. Não é nada disso”, finaliza.

Privatização de empresas estatais

A deputada se coloca “completamente contra as privatizações”, que são uma das principais ambições do governador Romeu Zema (Novo). Na avaliação da parlamentar, “o modelo de economia não deve caminhar por aí”. 

Reforma da previdência 

Leninha também cobra que seja apresentada uma nova forma de equilibrar as contas do estado que não seja a reforma da previdência dos servidores estaduais. “Não acredito que seja uma solução. Há outras formas. Toda reforma política que altere a previdência dos trabalhadores é ruim. Não temos que penalizar os trabalhadores do estado.”

Oposição 

Apesar do desgaste do PT, ela não acredita que o antipetismo irá prejudicar a atuação do mandato na ALMG e diz que espera fazer oposição ao governador Romeu Zema. “Vamos reagir às grandes ameaças que o governo está colocando. Nós vamos movimentar nesse sentido, de garantir qualidade de vida aos trabalhadores.”

Ouça a entrevista completa com a repórter Edilene Lopes! 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️#ApitoFinal Com muitas notícias do seu time de coração. Você fica ligado na Rádio de Minas. Hoje com apresentaçã… https://t.co/jIpfvNaLjQ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️#ApitoFinal Com muitas notícias do seu time de coração. Você fica ligado na Rádio de Minas. Hoje com apresentação do @emersonpancieri ⚽️🎙📻 #américa #atlético #cruzeiro #...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ O time vencia até os 45 minutos do segundo tempo e viu o Sport, em quatro minutos, virar o jogo, para 2 a 1.

    Acessar Link