Gustavo Lopes

Coluna do Gustavo Lopes

Veja todas as colunas

Mudança na regra do rebaixamento

O Brasileirão rebaixa mais equipes que os demais.

02/09/2019 às 06:02

O Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, em uma entrevista coletiva levantou a questão sobre a regra de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ao questionar o fato de que 20% dos Clubes podem descer para a Série B.

O Campeonato Argentino rebaixa 4 clubes de 26 participantes, o Alemão 2,5 de 18, o Italiano, o Espanhol e o Inglês, 3 de 20, ou seja, dentre as principais Ligas do mundo, proporcionalmente, o Brasileirão rebaixa mais equipes que os demais.

Uma alternativa interessante seria ter o Campeonato Alemão como exemplo e rebaixar 3,5 por temporada. Explique-se, na Bundesliga, o 16º disputa play-off contra o 3º colocado da segunda Divisão por vaga na elite.

Assim, no Brasileirão, poder-se-ia instituir um play-off entre o 4º da Série B e o 17º da Série A. Seriam dois jogos de ampla importância com estádios cheios e cobertura da TV justamente quando a temporada regular já terá terminado.

Tal medida traria interessantes disputas para ficar subir de 18º para 17º na Série A e para conquistar o 3º posto na B.

Eventual mudança não feriria a legislação e dependeria apenas de aprovação dos Clubes com o detalhe de que deveria ser utilizada por, ao menos 2 anos, com fulcro no Estatuto do Torcedor.

Quem aderir a essa ideia pode levá-la ao Ouvidor do Campeonato Brasileiro, o Dr. Roberto Sardinha, pelo e-mail ouvidoriacompeticoes.sardinha@cbf.com.br .

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Segundo um relatório divulgado pelo Conselho Gestor na sexta-feira passada (29), haviam duas parcerias engatilhadas para a nova diretoria. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (4) pela Secretaria de Estado de Saúde #Itatiaia

    Acessar Link