José Lino Souza Barros

Coluna do José Lino Souza Barros

Veja todas as colunas

Já deu, pandemia! Traz minha a vida de volta?

da escritora Simone Guerra

02/05/2020 às 12:47
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Entrando na quarta semana da quarentena e com um ranço de ficar em casa. Uma tristeza me abraçou, me senti triste por estar tão longe da minha família. (...) O pior dessa quarentena não é ficar em casa, mas sim nos isolarmos de tudo que gostamos. Estou cansado de tantas notícias ruins, de tantas realidades assombradas e de tantos desesperos. Eu sei que existe uma luz no fim do túnel, mas quando conseguirei avistá-la? Também estou consciente que não estou nesse barco sozinho, e que tem pessoas sofrendo com as mesmas ansiedades que eu. (...)

Há males que vem para o bem. A Covid-19 veio para nos aproximarmos mais das pessoas, para deixar claro que sem união não existe nação e que sem estender as mãos não existe sentido nenhum nessa vida. De uma hora para outra as pessoas começaram a se colocarem prontas para comprarem alimentos e remédios para pessoas idosas ou do grupo de risco. Profissionais deixaram suas clínicas e consultórios para darem assistência online gratuita com a intenção de ajudar pessoas ansiosas, com problemas de depressão, síndrome do pânico e outros. Apareceram vários vídeos maravilhosos falando de esperança, amor e paz. Artistas famosos começaram a fazer lives para distrair os outros. O mundo começou a entender o sentido das palavras doação e gratidão. (...)

De uma hora para outra a vida começou a desacelerar e o confinamento trouxe para nós medo, insegurança e desequilíbrio emocional, mas ao mesmo tempo começamos a orar mais e conversar com Deus se tornou rotina. (...)

De uma hora para outra paramos para aplaudir os profissionais da saúde que muitas vezes passam despercebidos no nosso dia a dia. Apareceram cientistas e médicos no mundo todo em prol de encontrar uma cura para a humanidade que nunca ouvimos falar antes.

De uma hora para outra a igreja veio através da internet para encher nossas casas de benção e paz. Os padres saíram do aconchego das comunidades para trazerem para nós o sacramento da eucaristia através dos nossos celulares ou computadores. (...)

Estou com tantas saudades de ir até ali, na padaria, e sentar para tomar um cafezinho fresco com uma fatia de bolo. Que saudades do cinema (já cansei de Netflix no sofá). Quero encontrar meus colegas de trabalho para conversarmos sobre família e filhos. Estou com fome da minha rotina e de bater perna por aí nos fins de semanas. Já deu, Pandemia! Traz a minha vida de volta? (...)

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ele participou de reuniões com pessoas que testaram positivo para a doença. #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Entidade também cobrou uma previsão de quando o setor poderá reabrir #itatiaia

    Acessar Link