Notícias

CEO Bruno Muzzi explica melhorias socioambientais e no trânsito com a construção da Arena MRV

Por Redação, 21/05/2020 às 16:54
atualizado em: 22/05/2020 às 09:49

Texto:

A Arena MRV é um sonho atleticano que está se tornando realidade. Mas, além do esportivo, ela traz ganhos à população de Belo Horizonte em trânsito, saúde, entretenimento e meio ambiente. A construção da arena multiuso no bairro Califórnia vai gerar milhares de empregos durante sua obra e, quando finalizada, promete levar desenvolvimento viário, social e ambiental ao redor de seus 130 mil m².

Ao todo, a Arena MRV investirá R$ 80 milhões em contrapartidas exigidas pela Prefeitura de Belo Horizonte para a construção do estádio. Do montante, R$ 50 milhões serão aplicados em benfeitorias no trânsito, que trará maior mobilidade urbana nos entornos. Os outros R$ 30 milhões serão para a reconstrução da Unidade Básica de Saúde local, além de estruturas sociais na própria arena multiuso.

TRÂNSITO

São diversas contrapartidas em relação ao trânsito local que a Arena MRV está atendendo no bairro Califórnia. Ao todo, são 15 intervenções viárias, entre elas caminhamento do metrô à Arena, alças de ligação no Anel Rodoviário e obras na BR-040.

“Acho que esse é um dos principais legados para a cidade de Belo Horizonte porque vamos desafogar aquele engarrafamento de quem está vindo da região de Sete Lagoas. São muitas intervenções viárias que acredito que serão muito benéficas. Estamos falando na casa de R$ 50 milhões a R$ 55 milhões de obras”, explica o CEO da Arena MRV, Bruno Muzzi.

SOCIOAMBIENTAL 

Segundo Bruno Muzzi, a administração da Arena MRV vai reconstruir a Unidade de Saúde Básica do bairro Califórnia: “Isso quer dizer que vamos ‘jogar no chão’ a que existe e fazer uma completamente nova”. 

O CEO revela ainda que, dentro da arena, haverá três espaços de cunho sociais: um Centro de Línguas Integradas, um anexo dessa Unidade Básica de Saúde; e uma Academia da Cidade. 

“Esse anexo da UBS, atualmente é alugado pela Prefeitura para poder ser utilizado em diversos atendimentos. E, sendo dentro da Arena, em horários pré-estabelecidos, ele não precisará ser alugado mais, sendo uma economia para a prefeitura”, exalta Muzzi. 

Outro trabalho social que a Arena MRV vai promover é o Instituto Galo, que fomentará no momento da operação algumas atividades relacionadas ao desenvolvimento da população local. Segundo Muzzi, o intuito é dos trabalhos começarem ainda na fase de construção da arena multiuso: “o Instituto Galo já deve começar com um planejamento na fase de obras, mesmo que ainda não têm os recursos destinados da Arena”.

Por fim, a Arena MRV vai cuidar também do espaço ambiental que permeia o terreno da construção. A Mata dos Morcegos é uma área que vai ser integrada com 76 mil m², que terá um parque linear, com manutenção da Arena por 30 anos. “Neste parque terá uma trilha ecológica, quadra, uma pequena área de contemplação e anfiteatro ao ar livre. Esse parque vai ser todo preservado”, explica o CEO. 

Bruno Muzzi exalta as benfeitorias que a Arena MRV vai proporcionar: “Então são essas as contrapartidas sociais. São inúmeras, mas eu acho que esse impacto para a sociedade aqui do entorno e para a cidade é muito importante”.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link