Notícias

Alunos da rede estadual em extrema pobreza vão receber Bolsa Merenda por quatro meses

Por Redação, 07/04/2020 às 17:22
atualizado em: 07/04/2020 às 18:32

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Rafael Fernandes/SEE
Rafael Fernandes/SEE

O governador de Minas, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta terça-feira, em uma live nas redes sociais, a criação do Bolsa Merenda, benefício de R$ 50 que será pago por quatro meses. Receberão o auxílio famílias de 380 mil estudantes da rede estadual com renda mensal por pessoa inferior a R$ 89.

“Para boa parte dessas crianças, as escolas eram um dos principais locais de alimentação”, explicou o governador. “Esse valor minimizará o sofrimento dessas famílias, as mais impactadas por uma crise como essa”, completou. As aulas nas unidades de ensino estaduais estão suspensas há 20 dias devido à pandemia de covid-19.

O programa conta com R$ 30 milhões do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). De cada R$ 50 entregue às famílias, R$ 20 representará o valor doado pelo órgão e R$ 30 o do Governo de Minas.

O procurador-geral do MPMG, Antônio Sérgio Tonet, e a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, pediram a ajuda da iniciativa privada para que o Bolsa Merenda tenha mais dinheiro. “Estamos conversando com empresários para um aporte de recursos um pouco maior para podermos ampliar essa participação e colocarmos também aqueles que têm renda um pouco maior”, disse ela.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador vai ficar em isolamento social e será acompanhado pelo departamento médico do clube.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚠️ EXCLUSIVO! "Se há alguns que vão às ruas se manifestar contra as instituições livres e democráticas no nosso país, isso nos causa preocupação", afirmou.

    Acessar Link