Notícias

Setores do comércio, serviços e indústria são os mais prejudicados pela crise do coronavírus, segundo pesquisa

Por Redação, 01/04/2020 às 14:52
atualizado em: 01/04/2020 às 15:08

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Rovena Rosa/Agência Brasil

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG) divulgou um levantamento nessa terça-feira (31) a respeito dos impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) na economia do estado. Foram ouvidos 1.138 empresários entre os dias 18 e 26 de março.

De acordo com o levantamento, entre os setores mais prejudicados estão: serviços 89%, comércio varejista 85%, indústria 84%, comércio atacadista 80% e agricultura 65%.

O economista chefe da entidade, Guilherme Almeida, avalia que, como a atividade produtiva funciona em cadeia, quando um setor desaquece, vários outros sentem os impactos.

Um dos dados da pesquisa é quanto ao estoque de produtos. Um terço dos entrevistados do setor de serviços afirma não trabalhar com mercadorias estocadas, 15% disseram que o que tem disponível pode se esgotar em 30 dias, o que causaria até suspensão temporária das atividades.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Segundo um relatório divulgado pelo Conselho Gestor na sexta-feira passada (29), haviam duas parcerias engatilhadas para a nova diretoria. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (4) pela Secretaria de Estado de Saúde #Itatiaia

    Acessar Link